Instituto Gutenberg

Telhado de vidro Telhado de vidro

Os grandes jornais festejaram o segundo aniversário do Plano Real com reportagens de louvor à estabilidade dos preços. A vedete foi a cesta básica, que aumentou apenas 4,5% desde julho de 1994. As empresas jornalísticas não puderam incluir seus produtos na lista, porque os preços deles subiram no ritmo da inflação antiga. Em média, os grandes jornais aumentaram o preço do exemplar avulso em 65% de julho de 1994 a junho de 96. Segundo uma pesquisa da agência de publicidade Almap/BBDO, divulgada pelo jornal Meio & Mensagem em 20/5, só no ano passado a tabela dos jornais subiu 42,5% e a da TV, 57%.

    Compare e reclame
    Em São Paulo
    1 dólar
    custa o jornal Folha de S.Paulo.
    Em Los Angeles
    25 centavos
    custa o jornal Los Angeles Times

Plágio da seção "Compare e escolha", da Folha, que em 30/6 mostrou que o fixador Studio Line da L’Oréal, com 125 ml, vendido em São Paulo por R$ 12,73, é quatro vezes mais caro que o mesmo produto (300 ml) vendido em Paris por cerca de R$ 6,00.

Leia mais

Em questão Por que a imprensa tem reserva de mercado e não paga imposto?
Sugestão de pauta Imprensa deveria explicar porque não paga imposto
Editorial Imposto é independência
Alto-contraste Um bom momento para reavaliação da reserva de mercado
Alto-contraste Isenção de impostos cobre até o filme da fotografia
Preços Jornal brasileiro é mais caro que o americano
Negócios Telhado de vidro

Índice

igutenberg@igutenberg.org